Descomplica: como a Taxa Selic e o Índice Fipe afetam o preço dos imóveis

Vários fatores influenciam no preço de de um imóvel. São taxas e juros identificados por tantas siglas que é quase impossível não ficar confuso(a). Pensando nisso, resolvemos  lançar a série Descomplica, para explicar alguns desses conceitos. Toda semana, um texto novo para ajudar você a entender no que ficar de olho na hora de adquirir um novo imóvel.

Hoje, vamos falar sobre o Índice Fipe e a Taxa Selic.

Taxa Selic

É a taxa básica de juros da economia brasileira, utilizada pelos bancos como referência para os juros de empréstimos e financiamentos. Quando ela cai, a aquisição de um imóvel via financiamento fica mais barata. O valor da Selic é definido pelo Comitê de Política Monetária do Banco Central (COPOM), que se reúne a cada 45 dias.

Na última reunião, em 31 de maio, o COPOM baixou a taxa de 11,25% para 10,25%, a menor desde janeiro de 2014. A previsão é que, ao fim do ano, a Selic chegue a 8,50%.

Índice Fipe

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) é uma organização brasileira sem fins lucrativos, criada em 1973, que atua na pesquisa e desenvolvimento de indicadores econômicos e financeiros. Entre eles está o índice FipeZap que analisa o mercado imobiliário em 20 cidades, criando um parâmetro que ajuda a definir o preço dos imóveis. Ou seja, quanto menor o índice Fipe, menores os preços.

Em junho, houve uma queda de 0,15% em relação a maio, o maior recuo mensal do ano. A variação anual (-0,23%) está abaixo da inflação em 2017, de 1,27%. Já Florianópolis, único município de Santa Catarina presente na pesquisa, registrou em junho índice FipeZap de 0,51%, maior que os 0,14% de maio. Ainda assim, a variação anual na capital catarinense (1,13%) também se mantém abaixo da inflação.

Conclusão

Após dois anos de alta nos valores por conta da crise econômica, o mercado imobiliário dá sinais de recuperação, o que reflete positivamente no bolso de quem quer adquirir um imóvel. Mas é preciso ficar de olho nesses e outros indicadores para garantir um bom negócio. Por isso, não deixe de acompanhar os próximos textos da série Descomplica 😉

Ah, e se você tem pressa de conquistar a casa própria, o Financiamento Minha Casa Minha Vida, da Caixa Econômica Federal, é a opção com menor taxa de juros do mercado! Leia o post que fizemos com tudo o que você precisa saber sobre esse financiamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s